Performance: sem ceder à crise, faturamento da Sapore cresce 18%

Muito além das Olimpíadas, a Sapore demonstrou que estava preparada para enfrentar a crise de 2016. A empresa conquistou as seis principais concorrências do mercado, oferecendo 54 mil novas refeições diárias nas empresas ArcelorMittal, Volkswagen, Grupo Honda, Grupo Gerdau, Usiminas e Pirelli.

Mais ainda, outros 200 novos restaurantes corporativos entraram para a lista da Sapore no ano passado e cerca de 1500 colaboradores foram contratados para atender a demanda.

Mesmo diante de um ano economicamente difícil para o país, a empresa faturou cerca de R$ 1,7 bilhão – alta de mais de 18% sobre 2015 – e contou com o maior índice de fidelização do mercado: 96% dos clientes renovaram seus contratos com a Sapore, sendo que 26% estão na companhia há mais de 10 anos.

Também houve a evolução do programa IOS – Inteligência Operacional Sapore –, que agora está em 86% dos restaurantes corporativos. O programa auxilia também na redução dos impactos ambientais ao promover o descarte de lixo (-25%) e a economia de água (-30%), gás (-32%) e energia (-35%), em média. Ou seja, os restaurantes corporativos estão mais sustentáveis, além de oferecerem saudabilidade aos usuários, já que os alimentos são preparados com menos óleo.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *